Bahia realiza mais de 20 mil mamografias durante Outubro Rosa

A estratégia de rastreamento do câncer de mama por meio de unidades móveis que oferecem acesso gratuito ao exame de mamografia para mulheres de todo o estado ganha reforço durante o Outubro Rosa. A meta da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) é realizar mais de 20 mil exames até o fim do mês que marca a mobilização mundial pela prevenção da doença. Nesta segunda (5) e terça-feira (6), um mutirão atende mulheres de 50 a 69 anos no caminhão estacionado no Centro Estadual de Oncologia (Cican), ao lado do Hospital Geral do Estado (HGE), na Avenida Vasco da Gama, em Salvador. O atendimento, através do programa Saúde sem Fronteiras, é feito por meio de seis unidades móveis.

No lançamento da programação do Outubro Rosa na unidade, na manhã desta segunda-feira, o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, destacou que os mamógrafos móveis vão percorrer todas as regiões da Bahia durante a campanha. "Lançamos o desafio de bater o recorde mundial de mamografias em um único mês, pretendendo fazer mais de 20 mil ao longo do mês de outubro".

Com funcionamento das 8h às 17h, o caminhão que atende no Cican até esta terça é equipado com dois mamógrafos e tem capacidade para realizar 140 exames por dia. É preciso levar comprovante de residência, cartão do SUS, carteira de identidade e CPF. A dona de casa Sônia Mesquita, 57 anos, aproveitou a ação para fazer o exame preventivo pelo segundo ano consecutivo. "Não deixo de fazer de jeito nenhum porque é uma prevenção que a gente tem, e '0800' é muito bom", brincou ao destacar a importância da mamografia gratuita.

Pacientes e acompanhantes assistiram palestras sobre a detecção precoce do câncer de mama, além de uma exposição de quadros. Os pacientes da quimioterapia participaram ainda de aula de maquiagem e depoimentos. A culinarista Joélida Gomes, 47 anos, contou como o diagnóstico precoce tem feito a diferença. Ela descobriu a doença em março e iniciou o tratamento imediatamente. O resultado pode ser visto na autoestima demonstrada como modelo em ensaio fotográfico, junto com outras mulheres que lutam contra o câncer de mama, em exposição no evento. "Quanto mais rápido e breve você for diagnosticada e iniciar o seu tratamento, melhores são as chances de cura".

Atendimento

O diferencial do programa é o acompanhamento das mulheres com mamografias inconclusivas, com a oferta de exames complementares para o diagnóstico e o encaminhamento ao tratamento, visando à integralidade do atendimento. Para os casos de diagnóstico positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico é realizado em unidades de alta complexidade em oncologia na região de residência das pacientes.

De 2011 a 2014, o programa rastreamento do câncer de mama percorreu 280 municípios, realizando mais de 220 mil exames de mamografia. Também integram o Saúde sem Fronteiras serviços de oftalmologia, odontologia (Odontomóvel) e doação de sangue (Hemóvel).

 

Secom

Outubro rosa/cican

 

Youtube Flickr Facebook Twitter