Página Inicial > Notícias Cidadão Usuário > População de Porto Seguro se mobiliza pelo combate ao aedes aegypti

População de Porto Seguro se mobiliza pelo combate ao aedes aegypti

A alegria da música atraiu os quatro mil moradores de Vila Valdete, em Porto Seguro, para participar da ação de mobilização nacional, neste sábado (13), de combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya. A presença de autoridades como o governador Rui Costa, do capitão de Corveta e delegado da Capitania dos Portos em Porto Seguro, Marco Aurélio Gatzenmeier, do secretário nacional da Saúde Indígena, Antônio Alves de Souza, e da prefeita Cláudia Oliveira, demonstrou a importância da iniciativa. Na ocasião, a prefeitura e a Veracel assinaram convênio para a construção de um Centro de Controle de Zoonose, com investimento da iniciativa privada.

Rui disse que a mobilização está ocorrendo no País inteiro, liderada pela presidente Dilma. “É uma mobilização da cidadania para a saúde. O povo brasileiro está demonstrando que o mosquito não vai vencer o povo brasileiro. Todos precisamos nos proteger dessa doença e não deixar o mosquito nascer”. Segundo o governador, “90% das pessoas que tiveram essas doenças, o foco do mosquito estava dentro de casa, no balde do banheiro, no vaso da plantinha, no reservatório, e elas não tinham visto. É bom que cada um cuide do seu quintal e do quintal vizinho”.

Para o governador, também como medida preventiva, é importante que a população não jogue lixo na rua. “Às vezes a gente vê uma latinha, uma garrafa PET, acumula um pouco de água e é tudo o que o mosquito precisa. A cidade limpa não é a que o prefeito manda varrer mais vezes, é a que o povo joga menos lixo na rua”.

Na Bahia, a campanha alcança os municípios de Salvador, Feira de Santana, Barreiras (oeste), Paulo Afonso (Vale do São Francisco), Ilhéus, Itabuna (sul), Vitória da Conquista (sudoeste), Juazeiro (norte), Camaçari ,Santo Antônio de Jesus (RMS), Porto Seguro (extremo sul), Alagoinhas (nordeste) e Jequié (centro sul)

Visitas, orientação e coleta de lixo


O governador, acompanhado das demais autoridades e de agentes de saúde, visitou diversas casas e terrenos do bairro, entregou material informativo e ajudou na coleta de lixo. Valdinei Ataliba Bronze, 31 anos, mora com mais duas pessoas em Vila Valdete e foi a primeira pessoa a receber a visita do governador. “Aqui em casa não tivemos nenhuma das três doenças e a ação motiva as pessoas para cuidarem melhor das suas casas. Eu acho que tem gente que vai ter uma surpresa com essa visita e vai aprender a cuidar melhor do seu quintal”.

O secretário nacional da Saúde Indígena, Antônio Alves, disse que a Bahia está dando um exemplo no combate ao aedes aegypti. “Eu estou encantado com a mobilização, a participação do governador, da prefeita e da população. Este é o objetivo deste dia. A presidente Dilma foi ao Rio de Janeiro, o ministro da Saúde, Marcelo Castro, está em Salvador. Então, a mobilização é nacional. Nós só vamos conseguir vencer este mosquito com a participação da sociedade cuidando do seu quintal e do seu ambiente”.

Forças Armadas e sociedade civil

O capitão de Corveta e delegado da Capitania dos Portos em Porto Seguro, Marco Aurélio Gatzenmeier, informou que as Forças Armadas estão mobilizadas no País inteiro com mais de 200 mil homens. “Na Bahia, são mais de 1.500 homens. Estamos atuando aqui no bairro, a Força Aérea está atuando próximo ao aeroporto e a Marinha faz a campanha também no centro de Porto Seguro. A ideia é somar esforços. Vamos estar com o material de divulgação, chamando a população a combater os focos e os agentes vão fazer o controle mecânico e químico”.

James Soares é coordenador do grupo Desbravadores, da Igreja Adventista, que, na região de Porto Seguro, reúne aproximadamente 300 jovens entre 10 e 15 anos. “Estamos fazendo parte porque temos que ajudar a sociedade. Como está tendo essa epidemia das doenças, vamos conscientizar a população e acabar com o mosquito”. Mateus de Jesus, 15, um dos integrantes, considera “importante os jovens fazerem parte porque ajudam a combater o mosquito, evitando inclusive a morte das pessoas pelas doenças que são transmitidas pelo aedes aegypti".


Repórter: Raul Rodrigues

 

Notícias Relacionadas

Youtube Flickr Facebook Twitter

Av. Luis Viana Filho, 400, Secretaria da Saúde, Centro Administrativo da Bahia - CAB, CEP 41.745-900 - Salvador/Bahia - Central de Informações: 71 3115-4199
Site desenvolvido pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia em plataforma Joomla em conformidade com a W3C. Ativo desde 22/12/2014