Governo promove mutirão que vai realizar 13 mil cirurgias na Bahia

O Governo do Estado dará mais um importante passo para assegurar a qualidade de vida dos baianos com o Mutirão de Cirurgias, projeto vinculado ao já consagrado programa Saúde sem Fronteiras, executado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). A ação inédita no País, que começa com os procedimentos pré-operatórios em setembro, tem a meta de atender gratuitamente 13 mil pessoas em um ano e reduzir a fila de espera para a realização de seis procedimentos médicos - cirurgias de vesícula, câncer de próstata, hérnia, útero, miomas e câncer de mama.

O lançamento do projeto será nesta segunda-feira (15), no Senai-Cimatec, em Salvador, e deve contar com a presença dos secretários de saúde de todas as cidades baianas. Caberá a esses gestores a atualização do cadastro único de pacientes atendidos pela rede de saúde dos 417 municípios do estado. A partir dessa lista, o Governo convocará os pacientes para realizar os procedimentos necessários à realização da cirurgia.

As cirurgias eletivas já acontecem na Bahia desde 2012, com mais de 400 procedimentos na tabela, mas “em razão da grande demanda em todo o estado, percebeu-se a necessidade de o governo ser ainda mais atuante, utilizando hospitais públicos e contratados para dar vazão aos procedimentos de maior procura”, explicou o superintendente de Atenção Integral à Saúde (Sais) da Sesab, Jassicon Queiroz.

Operacionalidade

O Governo do Estado vai disponibilizar a equipe médica e toda a estrutura para os procedimentos, além do acompanhamento do paciente após a cirurgia. A Secretaria de Saúde do Estado também vai fornecer kits de medicamentos pós-operatórios para garantir a segurança cirúrgica do paciente.
As cirurgias serão realizadas nos hospitais estaduais e nas unidades complementares de cada região do estado. Isso permitirá que o paciente tenha maior comodidade e não faça grandes deslocamentos para passar pelo atendimento. As prefeituras serão responsáveis por garantir o acesso desses pacientes às cidades onde serão realizadas as cirurgias.

Pré-operatórios

Para o cadastramento dos pacientes, as prefeituras devem manter a Lista Única atualizada, com as principais demandas de cada município. “Todos os municípios têm login e senha para atualizar a Lista Única. Eles devem entrar em contato com cada uma das pessoas e convocá-las para fazer os exames laboratoriais que precisam ser levados no dia do pré-operatório. Toda a parte pré-operatória vai ser realizada de forma itinerante”, afirma o superintendente.

Segundo Jassicon, “no pré-operatório, serão realizados em unidades móveis os exames de raio x, ultrassonografia e eletrocardiograma. Haverá também consulta com cirurgião e anestesista. Estando apto para a cirurgia, o paciente já sai de lá com o procedimento agendado”.
De acordo com ele, todos da Lista Única estão aptos a fazer as cirurgias, e os pré-requisitos são o tipo e a urgência do procedimento. “Se a pessoa perder o procedimento, não quer dizer que ela não vá fazer. A prefeitura continua com a obrigação de lançar o paciente na lista e ele será [encaminhado] a fazer em alguma unidade do interior do estado”. Os demais procedimentos, que não fazem parte do Mutirão, continuarão sendo realizados pela rede pública de saúde.

Cronograma

Todas os 417 municípios do estado serão contemplados com o projeto. O mutirão será iniciado nas macrorregiões sul, leste, centro-leste e extremo sul, entre os meses de setembro e dezembro deste ano. Fazem parte desses territórios os 208 municípios: Sul (Arataca, Canavieiras, Ilhéus, Itacaré, Mascote, Santa Luzia, Una, Uruçuca, Almadina, Aurelino Leal, Barro Preto, Buerarema, Camacan, Coaraci, Floresta Azul, Gongogi, Ibicaraí, Ibirapitanga, Itabuna, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Jussari, Maraú, Pau Brasil, Santa Cruz da Vitória, São José da Vitória, Ubaitaba, Ubatã, Aiquara, Apuarema, Barra do Rocha, Boa Nova, Brejões, Cravolândia, Dário Meira, Ibirataia, Ipiaú, Irajuba, Iramaia, Itagi, Itagibá, Itamari, Itaquara, Itiruçu, Jaguaquara, Jequié, Jitaúna, Lafaiete Coutinho, Lajedo do Tabocal, Manoel Vitorino, Maracás, Planaltino, Santa Inês, Cairu, Camamu, Gandu, Igrapiúna, Ituberá, Nilo Peçanha, Nova Ibiá, Piraí do Norte, Taperoá, Teolândia, Valença e Wenceslau Guimarães); Leste (Camaçari, Conde, Dias D'Ávila, Mata de São João, Pojuca, Simões Filho, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Conceição da Feira, Cruz das Almas, Governador Mangabeira, Maragogipe, Muritiba, São Félix, Sapeaçu, Candeias, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Salvador, Santo Amaro, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Saubara, Vera Cruz, Amargosa, Aratuípe, Castro Alves, Conceição do Almeida, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Itatim, Jaguaripe, Jiquiriça, Laje, Milagres, Muniz Ferreira, Mutuípe, Nazaré, Nova Itarana, Presidente Tancredo Neves, Salinas da Margarida, Santa Teresinha, Santo Antonio de Jesus, São Felipe, São Miguel das Matas, Ubaíra, Varzedo); Centro-Leste (Amélia Rodrigues, Anguera, Antonio Cardoso, Baixa Grande, Candeal, Capela do Alto Alegre, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Feira de Santana, Gavião, Ichu, Ipecaetá, Ipirá, Irará, Mundo Novo, Nova Fátima, Pé de Serra, Pintadas, Rafael Jambeiro, Riachão do Jacuípe, Santa Bárbara, Santanópolis, Santo Estevão, São Gonçalo dos Campos, Serra Preta, Tanquinho, Teodoro Sampaio, Terra Nova, Andaraí, Boa Vista do Tupim, Bonito, Iaçu, Ibiquera, Itaberaba, Itaeté, Lajedinho, Macajuba, Marcionílio Souza, Nova Redenção, Ruy Barbosa, Utinga, Wagner, Abaíra, Boninal, Ibitiara, Iraquara, Lençóis, Mucugê, Novo Horizonte, Palmeiras, Piatã, Seabra, Souto Soares, Água Fria, Araci, Barrocas, Biritinga, Cansanção, Conceição do Coité, Euclides da Cunha, Lamarão, Monte Santo, Nordestina, Queimadas, Quijingue, Retirolândia, Santaluz, São Domingos, Serrinha, Teofilândia, Tucano, Valente); Extremo Sul (Belmonte, Eunápolis, Guaratinga, Itabela, Itagimirim, Itapebi, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Alcobaça, Caravelas, Ibirapuã, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Prado, Teixeira de Freitas e Vereda).

As outras cinco macrorregiões de saúde (sudoeste, nordeste, norte, oeste e centro-norte), da qual fazem parte os outros 209 municípios baianos, receberão o Mutirão de Cirurgias a partir de 2017.

 

Youtube Flickr Facebook Twitter