Patologias /

Doença de Crohn

Doença de Crohn

Protocolo Clínico e Diretrizes e Terapêuticas da Doença de Crohn (clique aqui)

CLASSIFICAÇÃO ESTATÍSTICA INTERNACIONAL DE DOENÇAS E PROBLEMAS RELACIONADOS À SAÚDE (CID-10)

– K50.0 Doença de Crohn do intestino delgado
– K50.1 Doença de Crohn do intestino grosso
– K50.8 Outra forma de doença de Crohn

Atenção: Para consultar as atualizações dos medicamentos e de CID-10 desta patologia, favor acessar o SISTEMA DE GERENCIAMENTO DA TABELA UNIFICADA DE PROCEDIMENTOS (SIGTAP)

Medicamentos
  • ADALIMUMABE 40 MG INJETÁVEL (FRASCO AMPOLA)
  • ADALIMUMABE 40 MG INJETÁVEL (POR SERINGA PREENCHIDA)
  • AZATIOPRINA 50 MG (POR COMPRIMIDO)
  • CERTOLIZUMABE PEGOL 200 MG/ML INJETÁVEL (POR SERINGA PREENCHIDA)
  • INFLIXIMABE 10 MG/ML INJETAVEL (POR FRASCO-AMPOLA COM 10 ML)
  • MESALAZINA 400 MG (POR COMPRIMIDO)
  • MESALAZINA 500 MG (POR COMPRIMIDO)
  • MESALAZINA 800 MG (POR COMPRIMIDO)
  • METOTREXATO 25 MG/ML INJETAVEL (POR AMPOLA DE 2 ML)
  • SULFASSALAZINA 500 MG (POR COMPRIMIDO)
Documentos necessários

Cópia do Cartão Nacional de Saúde (CNS) do paciente;

Cópia de documento de identidade e CPF do paciente;

Cópia do comprovante de residência;

Laudo para Solicitação de Medicamentos do Componente Especializado (LME), adequadamente preenchido (deve ser renovado SEMESTRALMENTE);

Prescrição médica devidamente preenchida (deve ser renovada SEMESTRALMENTE junto com o LME);

Termo de Esclarecimento e Responsabilidade -TER; assinado pelo médico e paciente.

Relatório médico com CID-10, informando os seguintes dados:

1. Ausência de critério de exclusão para uso do medicamento, conforme PCDT de Doença de Crohn .

Exames para abertura de processo

Cópia do laudo com diagnóstico de Doença de Crohn (exame endoscópico, anatomopatológico,radiológico e laudo cirúrgico);

Para sulfassalazina e mesalazina:

Cópia do exame de hemograma, exame qualitativo de urina (EQU) e dosagem de creatinina sérica.

Para infliximabe, adalimumabe e Certolizumabe pegol:

Cópia do exame de ALT e AST.

Recomenda-se a utilização de radiografia de tórax e prova de Mantoux

Exames de monitoramento

Para sulfassalazina e mesalazina:

Hemograma, creatinina e exame qualitativo de urina . Periodicidade: a cada 3 meses.

Para azatioprina:

Hemograma. Periodicidade: a cada 3 meses.

ALT e AST Periodicidade: a cada 3 meses

Para infliximabe:

ALT e AST Periodicidade: antes de cada dose.

Para adalimumabe:

Hemograma. Periodicidade: a critério médico.

 

Unidades de Referência

Capital

Cimeb – Centro de Infusões e Medicamentos Especializados da Bahia

Parque Solar Boa vista

End: Rua Almirante Alves Câmara , s/nº - Engenho Velho de Brotas, Salvador - BA, CEP 40301-110

Tel/Fax da farmácia: 3116-4935/31171645

Horário: 8h às 18h

E-mail:cimeb@saude.ba.gov.br

Interior

Bases Regionais de Saúde e Núcleos Regionais de Saúde (antigas DIRES)

Fluxo de acesso para Salvador

 

 

 

 

 

 

 

Observações

Pacientes com diagnóstico de doença de Crohn devem ser atendidos em serviço especializado multidisciplinar que conte com médico gastroenterologista ou proctologista, para avaliação, tratamento e acompanhamento dos pacientes e administração de infliximabe, certolizumabe pegol ou de adalimumabe.