Patologias /

Doença de Wilson

Doença de Wilson

Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Doença de Wilson (clique aqui)

CLASSIFICAÇÃO ESTATÍSTICA INTERNACIONAL DE DOENÇAS E PROBLEMAS RELACIONADOS À SAÚDE (CID-10)

– E83.0 Distúrbios do metabolismo do cobre.

Atenção: Para consultar as atualizações dos medicamentos e de CID-10 desta patologia, favor acessar o SISTEMA DE GERENCIAMENTO DA TABELA UNIFICADA DE PROCEDIMENTOS (SIGTAP)

Medicamentos
  • PENICILAMINA 250 MG (POR CAPSULA)
Documentos necessários

  • Cópia de RG, CPF, comprovante de residência, CNS (Cartão Nacional de Saúde) do paciente;
  • Receita médica (deve ser renovada TRIMESTRALMENTE junto com o LME);
  • Relatório médico com CID ;
  • LME de Solicitação de medicamentos (deve ser renovado TRIMESTRALMENTE);
  • Termo de Esclarecimento e Responsabilidade- TER.

Exames para abertura de processo

  • Relato médico com sinais e sintomas;
  • Exames que comprovem a pontuação do Escore para diagnóstico da doença de Wilson (se necessário): concentração sérica de ceruloplasmina; cobre sérico livre, cobre urinário basal de 24 h, concentração; hepática de cobre; teste de Coombs; rodanina; análise de mutações;ressonância magnética cerebral.

Exames de monitoramento

  • Dosagem de cobre urinário de 24 horas. Periodicidade: após o primeiro mês de tratamento.
  • Dosagem de cobre sérico livre. Periodicidade: deve ser feita ao final do 3° mês. Apos a cada 6 a 12 meses.
Para penicilamina, ainda :
  • Exame qualitativo de urina, dosagem sérica de creatinina, hemograma completo com plaquetometria. Periodicidade: mensal
  • AST e ALT, bilirrubinas e fosfatase alcalina.Periodicidade: semestral

Unidades de Referência

Capital

FIMAE - Farmácia Integrada da Atenção Especializada

End: Praça Conselheiro João Alfredo, s/nº - Pau Miúdo, Salvador - BA, CEP 40320-350

Tel/Fax da farmácia: 3117-1645

Horário: 8h às 18h

E-mail:fimae.dasf@gmail.com

 

Interior

Bases Regionais de Saúde e Núcleos Regionais de Saúde (antigas DIRES)

Fluxo de acesso para Salvador

Fluxo de acesso para Núcleos Regionais de Saúde (NRS) e/ou Bases Regionais de Saúde (BRS) - Antigas Dires