Patologias /

Osteoporose

Osteoporose

Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Osteoporose (clique aqui)

CLASSIFICAÇÃO ESTATÍSTICA INTERNACIONAL DE DOENÇAS E PROBLEMAS RELACIONADOS À SAÚDE (CID-10)

– M80.0 Osteoporose pós-menopáusica com fratura patológica
– M80.1 Osteoporose pós-ooforectomia com fratura patológica
– M80.2 Osteoporose de desuso com fratura patológica
– M80.3 Osteoporose por má absorção pós-cirúrgica com fratura patológica
– M80.4 Osteoporose induzida por drogas com fratura patológica
– M80.5 Osteoporose idiopática com fratura patológica
– M80.8 Outras osteoporoses com fratura patológica
– M81.0 Osteoporose pós-menopáusica
– M81.1 Osteoporose pós-ooforectomia
– M81.2 Osteoporose de desuso
– M81.3 Osteoporose devido a má absorção pós-cirúrgica
– M81.4 Osteoporose induzida por drogas
– M81.5 Osteoporose idiopática
– M81.6 Osteoporose localizada
– M81.8 Outras osteoporoses
– M82.0 Osteoporose na mielomatose múltipla
– M82.1 Osteoporose em distúrbios endócrinos
– M82.8 Osteoporose em outras doenças classificadas em outra parte

Atenção: Para consultar as atualizações dos medicamentos e de CID-10 desta patologia, favor acessar o SISTEMA DE GERENCIAMENTO DA TABELA UNIFICADA DE PROCEDIMENTOS (SIGTAP)

Medicamentos
  • CALCITRIOL 0,25 MCG (POR CAPSULA)
  • RALOXIFENO 60 MG (POR COMPRIMIDO)
  • RISEDRONATO 35 MG (POR COMPRIMIDO)
Documentos necessários

Cópia do Cartão Nacional de Saúde (CNS) do paciente;

Cópia de documento de identidade e CPF do paciente;

Cópia do comprovante de residência;

Laudo para Solicitação de Medicamentos do Componente Especializado (LME), adequadamente preenchido (deve ser renovado SEMESTRALMENTE);

Prescrição médica devidamente preenchida (deve ser renovada SEMESTRALMENTE junto com o LME);

Termo de Esclarecimento e Responsabilidade -TER; assinado pelo médico e paciente.

Relatório médico com CID-10, informando os seguintes dados:

1. Ausência de critério de exclusão para uso do medicamento, conforme PCDT de Osteoporose

Exames para abertura de processo

Para todos os medicamentos:

Laudo radiológico que comprove fratura de baixo impacto de fêmur, quadril ou vértebra, ou

Densitometria óssea (DMO) do fêmur proximal ou coluna com valor do T-score

Para risedronato, também:

Dosagem de cálcio sérico;

B- HCG sérico para mulheres em idade fértil;

Clearance de Creatinina

Exames de monitoramento

Densitometria óssea (DMO). Periodicidade: a critério médico.

Para risedronato: paciente com insuficiência renal: Creatinina Sérica. Periodicidade: mensal ou trimestral(a critério médico).

Unidades de Referência

Capital

CEDEBA - Centro de Diabetes e Endocrinologia do Estado da Bahia

End: Av. Antônio Carlos Magalhães, s/nº, Edf. Professor José Maria de Magalhães Netto. Salvador/Ba.

Tel da farmácia: 3103-6039/6040

Horário: 8h às 18h

E-mail: cedeba.farmacia@saude.ba.gov.br

 

CREASI - Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso

End: Av. Antônio Carlos Magalhães, s/nº, Edf. Professor José Maria de Magalhães Neto. Salvador/ Bahia, 41820-000.

Tel da farmácia: 3103-6139

Horário: 7h às 19h

E-mail: creasi.farmacia@saude.ba.gov.br

 

Interior

Bases Regionais de Saúde e Núcleos Regionais de Saúde (antigas DIRES)

Fluxo de acesso para Salvador

Fluxo de acesso para Núcleos Regionais de Saúde (NRS) e/ou Bases Regionais de Saúde (BRS) - Antigas Dires

Observações

Obs 1: Pacientes com mais de 60 anos deverão ser cadastrados no CREASI. Os demais pacientes que atendam aos critérios do PCDT serão cadastrados no CEDEBA.

Obs: 2: As unidades de referência poderão solicitar outros exames complementares, conforme a situação clínica do paciente. CEDEBA Tel.:(71) 3103- 6039/6040/ CREASI Tel.:(71) 3103-6139

Obs: 3: O medicamento CALCITONINA 200 UI/DOSE SPRAY NASAL (POR FRASCO) encontra-se em Suspensão Temporária de Fabricação junto à ANVISA, conforme Protocolo de Descontinuação Temporária nº 25352.723864/2018-71.

Data da atualização: 22/04/2021