Patologias /

Púrpura Trombocitopênica Idiopática

Púrpura Trombocitopênica Idiopática

Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (clique aqui)

CLASSIFICAÇÃO ESTATÍSTICA INTERNACIONAL DE DOENÇAS E PROBLEMAS RELACIONADOS À SAÚDE (CID-10)

– D69.3 Púrpura trombocitopênica idiopática

Atenção: Para consultar as atualizações dos medicamentos e de CID-10 desta patologia, favor acessar o SISTEMA DE GERENCIAMENTO DA TABELA UNIFICADA DE PROCEDIMENTOS (SIGTAP)

Medicamentos
  • AZATIOPRINA 50 MG (POR COMPRIMIDO)
  • CICLOFOSFAMIDA 50 MG (POR DRAGEA) 
  • DANAZOL 100 MG (POR CAPSULA)
  • ELTROMBOPAGUE OLAMINA 25 MG (POR COMPRIMIDO)
  • ELTROMBOPAGUE OLAMINA 50 MG (POR COMPRIMIDO)
  • IMUNOGLOBULINA HUMANA 5,0 G INJETAVEL (POR FRASCO)
Documentos necessários

Cópia do Cartão Nacional de Saúde (CNS) do paciente;

Cópia de documento de identidade e CPF do paciente;

Cópia do comprovante de residência;

Laudo para Solicitação de Medicamentos do Componente Especializado (LME), adequadamente preenchido (deve ser renovado TRIMESTRALMENTE);

Prescrição médica devidamente preenchida (deve ser renovada TRIMESTRALMENTE junto com o LME);

Termo de Esclarecimento e Responsabilidade -TER; assinado pelo médico e paciente.

Relatório médico com CID-10, informando ausência de outras condições clínicas que cursam com trombocitopenia,conforme PCDT de Púrpura trombocitopênica idiopática.

Exames para abertura de processo

Exames obrigatórios para todos os medicamentos:

Hemograma e plaquetas

Anti-HIV

Anti-HCV

Para Eltrombopague, ainda:

ALT/TGT, AST/TGO e bilirrubina.

Exames de monitoramento

Todos os medicamentos:

Hemograma e plaquetas (pacientes com a forma crônica refratária com indicação de tratamento) Periodicidade: de duas a três vezes por semana enquanto as plaquetas estiverem em contagens abaixo de 10.000/mm3. Quando as contagens estiverem entre 10.000/mm3 e 20.000/mm3, realizar semanalmente até que três contagens estáveis sejam obtidas, momento em que o exame pode ser espaçado para cada duas ou três semanas a critério médico. Quando as contagens estiverem acima de 20.000/mm3, o hemograma com plaquetas pode ser realizado inicialmente a cada quatro semanas, intervalo que pode ser ampliado para cada seis ou oito semanas após três medidas estáveis.

Para Azatioprina, ainda:

AST/TGO e ALT/TGP. Periodicidade: a cada oito semanas.

Para Ciclofosfamida, ainda:

Hemograma. Periodicidade: a cada duas semanas.

Para Danazol, ainda:

AST/TGO e ALT/TGP; Fosfatase Alcalina; Perfil lipídico (colesterol total, HDL e triglicerídeos). Periodicidade: Mensalmente, nos primeiros 3 meses e, após, a cada 6 meses.

Ultrassonografia abdominal. Periodicidade: Anualmente.

Para Eltrombopague, ainda:

ALT/TGT, AST/TGO e bilirrubina. Periodicidade: a cada duas semanas durante a fase de ajuste da dose e mensalmente após o estabelecimento de uma dose estável.

Plaquetas. Periodicidade: uma vez por semana no primeiro mês de tratamento e, posteriormente, uma vez ao mês

Unidades de Referência

Capital

HEMOBA – Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia

End: Ladeira do Hospital Geral, s/nº – Vasco da gama, Salvador/BA; CEP: 40240-090

Tel/Fax da farmácia:3116-5671 /5606

Horário: 7h às 19h

E-mail: fatima.souto@hemoba.ba.gov.br

 

Interior

Bases Regionais De Saúde E Núcleos Regionais De Saúde (antigas DIRES)

Fluxo de acesso para Salvador

Fluxo de acesso para Núcleos Regionais de Saúde (NRS) e/ou Bases Regionais de Saúde (BRS) - Antigas Dires

Observações

A realização de outros exames laboratoriais pode ser necessária, conforme a situação clínica, a fim de excluir outras causas de plaquetopenia.

Eltrombopague: aprovado para crianças acima de 6 anos.

Data de atualização: 07/10/2019