Patologias /

Retocolite Ulcerativa

Retocolite Ulcerativa

Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Retocolite Ulcerativa (acesse aqui)

CLASSIFICAÇÃO ESTATÍSTICA INTERNACIONAL DE DOENÇAS E PROBLEMAS RELACIONADOS À SAÚDE (CID-10)

– K51.0 Enterocolite ulcerativa

– K51.2 Proctite ulcerativa

– K51.3 Retossigmoidite ulcerativa

– K51.5 Colite esquerda

– K51.8 Outras colites ulcerativas

Atenção: Para consultar as atualizações dos medicamentos e de CID-10 desta patologia, favor acessar o SISTEMA DE GERENCIAMENTO DA TABELA UNIFICADA DE PROCEDIMENTOS (SIGTAP)

SITE EM CONSTRUÇÃO.

Medicamentos
  • AZATIOPRINA 50 MG (POR COMPRIMIDO)
  • CICLOSPORINA 100 MG (POR CAPSULA)
  • CICLOSPORINA 100 MG/ML SOLUCAO ORAL (POR FRASCO DE 50 ML)
  • CICLOSPORINA 25 MG (POR CAPSULA)
  • CICLOSPORINA 50 MG (POR CAPSULA)
  • INFLIXIMABE 10 MG/ML INJETAVEL (POR FRASCO-AMPOLA COM 10 ML)
  • MESALAZINA 1 G + DILUENTE 100 ML (ENEMA) - POR DOSE
  • MESALAZINA 250 MG (POR SUPOSITORIO)
  • MESALAZINA 400 MG (POR COMPRIMIDO)
  • MESALAZINA 500 MG (POR COMPRIMIDO)
  • MESALAZINA 800 MG (POR COMPRIMIDO)
  • SULFASSALAZINA 500 MG (POR COMPRIMIDO)
  • VEDOLIZUMABE 300 MG PÓ LIOFILIZADO PARA SOLUÇÃO INJETÁVEL
Documentos necessários

Cópia do Cartão Nacional de Saúde (CNS) do paciente;

Cópia de documento de identidade e CPF do paciente;

Cópia do comprovante de residência;

Laudo para Solicitação de Medicamentos do Componente Especializado (LME), adequadamente preenchido (deve ser renovado SEMESTRALMENTE);

Prescrição médica devidamente preenchida (deve ser renovada SEMESTRALMENTE junto com o LME);

Termo de Esclarecimento e Responsabilidade -TER; assinado pelo médico e paciente.

Relatório médico com CID-10, informando os seguintes dados:

1. História clínica do paciente

2. Ausência de critério de exclusão para uso do medicamento, conforme PCDT de Retocolite Ulcerativa.

Exames para abertura de processo

Para todos os medicamentos:

Hemograma

Exames endoscópicos (colonoscopia ou retossigmoidoscopia).

Para sulfassalazina e mesalazina também:

Creatinina sérica;

Exame Qualitativo de Urina (EQU).

Para ciclosporina, também:

Creatinina;

Ácido úrico;

Potássio e Magnésio;

Perfil lipídico

Para Azatioprina, infliximabe, vedolizumabe, também:

Radiografia de Tórax ( Laudo)

Reação de Mantoux ou teste tuberculínico

ALT/TGP 

AST/TGO

Exames de monitoramento

Para todos os medicamentos:

Reavaliação endoscópica e Hemograma. Periodicidade: a critério médico.

Para pacientes em uso de sulfassalazina e mesalazina, também:

Hemograma, Creatinina; Exame Qualitativo de Urina (EQU). Periodicidade: a cada 4 meses

Para pacientes em uso de azatioprina, também:

Hemograma. Periodicidade: semanalmente no primeiro mês, quinzenalmente no segundo e terceiro meses e, após, mensalmente. Novos hemogramas devem ser solicitados se houver mudança na dose do medicamento.

ALT e AST. Periodicidade: a mesma dos hemogramas nos primeiros 6 meses e, depois, trimestralmente.

Para pacientes em uso de ciclosporina, também:

Hemograma, dosagens séricas de creatinina, ácido úrico, potássio, lipídios, magnésio e monitorização da pressão arterial. Periodicidade: a cada 15 dias durante os primeiros 3 meses de uso e, a seguir, mensalmente se o paciente estiver estável.

Para pacientes em uso de infliximabe e Vedolizumabe, também:

ALT e AST. Periodicidade: antes de cada dose.

Unidades de Referência

Capital

Cimeb – Centro de Infusões e Medicamentos Especializados da Bahia

Parque Solar Boa vista

End: Av. Laurindo Régis, s/nº - Engenho Velho de Brotas, Salvador - BA, CEP 40.240-550

Tel da farmácia: 3116-4935/31171645

Horário: 8h às 18h

E-mail:cimeb@saude.ba.gov.br

Interior

Bases Regionais de Saúde e Núcleos Regionais de Saúde (antigas DIRES)

Fluxo de acesso para Salvador

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fluxo de acesso para Núcleos Regionais de Saúde (NRS) e/ou Bases Regionais de Saúde (BRS) - Antigas Dires

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Observações

O Infliximabe (IFX) é aprovado no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para uso a partir dos 6 anos de idade.

 

Data da atualização: 12/07/2021