Patologias /

Síndrome de Guillain-Barré

Síndrome de Guillain-Barré

Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Síndrome de Guillain-Barré (acesse aqui)

CLASSIFICAÇÃO ESTATÍSTICA INTERNACIONAL DE  DOENÇAS E PROBLEMAS RELACIONADOS À SAÚDE (CID-10)

– G61.0 Síndrome de Guillain-Barré

Atenção: Para consultar as atualizações dos medicamentos e de CID-10 desta patologia, favor acessar o SISTEMA DE GERENCIAMENTO DA TABELA UNIFICADA DE PROCEDIMENTOS (SIGTAP)

Medicamentos
  • IMUNOGLOBULINA HUMANA 5,0 G INJETAVEL (POR FRASCO)
Documentos necessários

Cópia do Cartão Nacional de Saúde (CNS) do paciente;

Cópia de documento de identidade e CPF do paciente;

Cópia do comprovante de residência;

Laudo para Solicitação de Medicamentos do Componente Especializado (LME), adequadamente preenchido (deve ser renovado SEMESTRALMENTE);

Prescrição médica devidamente preenchida (deve ser renovada SEMESTRALMENTE junto com o LME);

Relatório detalhado preferencialmente do Neurologista, com CID-10, informando:

1. Grau de Incapacidade.

2. Critérios sugestivos e essenciais para o diagnóstico da SGB;

3. Progressão dos sintomas ao longo de 4 semanas;

4. Ausência de critério de exclusão para uso do medicamento, conforme PCDT de Síndrome de Guillain Barré.

Exames para abertura de processo

Cópia do exame de Líquor

Exames de monitoramento

Avaliação da função renal (especialmente em pacientes diabéticos),nível sérico de IgA,sorologia para HIV. Periodicidade: a critério médico.

Unidades de Referência

Capital

CIMEB - Centro de Infusões e Medicamentos Especializados da Bahia

Parque Solar Boa vista

End: Av. Laurindo Régis, s/nº - Engenho Velho de Brotas, Salvador - BA, CEP 40.240-250

Tel da farmácia: 3116-4935/31171645

Horário: 7h às 18h

E-mail: cimeb@saude.ba.gov.br

  • Interior
  • Bases Regionais de Saúde e Núcleos Regionais de Saúde (antigas DIRES)

Fluxo de acesso para Salvador

Fluxo de acesso para Núcleos Regionais de Saúde (NRS) e/ou Bases Regionais de Saúde (BRS) - Antigas Dires

Observações

Serão incluídos pacientes que apresentarem doença moderada- grave (segundo Escala de Incapacidade) em menos de 8 semanas de evolução.

As seguintes unidades hospitalares estão sendo atendidas pelo CEAF:

ICOM - Instituto Couto Maia,

HGRS - Hospital Geral Roberto Santos

HUPES - Hospital Universitário Professor Edgar Santos

Data atualização: 19/03/2021