Patologias /

Sobrecarga de Ferro

Sobrecarga de Ferro

Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Sobrecarga de Ferro (acesse aqui)

CLASSIFICAÇÃO ESTATÍSTICA INTERNACIONAL DE DOENÇAS E PROBLEMAS RELACIONADOS À SAÚDE (CID-10)

– T 45.4 Intoxicação por ferro e seus compostos

– E 83.1 Doenças do metabolismo do ferro

Atenção: Para consultar as atualizações dos medicamentos e CID-10 desta patologia, acessar o SISTEMA DE GERENCIAMENTO DA TABELA UNIFICADA DE PROCEDIMENTOS (SIGTAP)

Medicamentos
  • DEFERASIROX 125 MG (POR COMPRIMIDO) 
  • DEFERASIROX 250 MG (POR COMPRIMIDO) 
  • DEFERASIROX 500 MG (POR COMPRIMIDO) 
  • DESFERROXAMINA 500 MG INJETAVEL (POR FRASCO-AMPOLA)
Documentos necessários

  • OBS: Todos os Documentos Devem ser Obrigatoriamente anexados.
    • Cópia do Cartão Nacional de Saúde (CNS) Do Paciente;
    • Cópia de documento de identidade e CPF do paciente;
    • Cópia do comprovante de residência;
    • Laudo para solicitação de medicamentos do componente especializado (LME),  adequadamente preenchido (deve ser renovado TRIMESTRALMENTE);
    • Prescrição médica devidamente preenchida (deve ser renovada TRIMESTRALMENTE junto com LME);
    • Termo de esclarecimento e responsabilidade - TER; Assinado pelo médico e paciente.
    • Relatório médico com CID-10, informando os seguintes dados:
    1. Ausência de critério de exclusão para uso do medicamento,  conforme PCDT de SOBRECARGA DE FERRO.

Exames para abertura de processo

  • Todos os medicamentos:
  • Saturação da transferrina;
  • Ferritina sérica
  • Para desferroxamina, ainda:
  • Depuração de creatinina;
  • Acuidade visual e auditiva
  • Para deferasirox, ainda:
  • Depuração de creatinina ou creatinina sérica;
  • Dosagem de proteinúria de 24h ou proteinúria de amostra isolada;
  • HBs-Ag;
  • B-HCG sérico para mulheres em idade fértil;
  • Anti-HCV
  • Exames específicos conforme situação clínica do paciente:
  • Biópsia hepática; ressonância magnética (não obrigatórios, dependente da situação clínica do paciente);
  • Hemoglobina (para pacientes com hemocromatose hereditária)
Atenção: outros exames complementares poderão ser solicitados conforme a situação clínica do paciente.

Exames de monitoramento

Todos os medicamentos

  • Ferritina Sérica;
  • Depuração de creatinina;
  • AST/TGO e ALT/TGP;
  • Gama GT
  • Fosfatase alcalina;
  • Bilirrubinas
Periodicidade: A cada 3 meses
  • Para desferroxamina, ainda:
  • Acuidade visual e auditiva;
Periodicidade: A cada 12 meses
  • Para deferasirox, ainda:
  • Dosagem de proteinúria de 24h ou proteinúria de amostra isolada;
Periodicidade: semanalmente e após o primeiro mês, controle mensal.

Unidades de Referência

Capital

HEMOBA – Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia

End: Ladeira do Hospital Geral, s/nº – Vasco da gama, Salvador/BA; CEP: 40240-090

Tel/Fax da farmácia:3116-5671 /5606

Horário: 7h às 19h

E-mail: fatima.souto@hemoba.ba.gov.br

 

Interior

Bases Regionais De Saúde E Núcleos Regionais De Saúde (antigas DIRES)

Fluxo de acesso para Salvador

Fluxo de acesso para Núcleos Regionais de Saúde (NRS) e/ou Bases Regionais de Saúde (BRS) - Antigas Dires

Observações

Atualizado em 08/10/2018