FAQ - Perguntas frequentes

Por qual motivo não é possível ser atendido com o Cartão SUS em outro município que não seja o de residência?

O Cartão Nacional de Saúde é aceito em todo o território nacional para emergências. Para tratamento ambulatorial como consultas e exames, cada município tem que fazer a sua gestão através da Central Municipal de Regulação. Quando uma cidade do interior não tem um profissional com a especialidade que o cidadão precisa, ele pode fazer uma parceria com outro município para que estes pacientes sejam atendidos, mas a responsabilidade no pagamento do atendimento é do município que em que o paciente reside. A partir do momento em que o SUS foi descentralizado, cada município recebe uma verba para cuidar da saúde dos seus munícipes e, desta forma, o Cartão vincula cada paciente ao seu município de origem, pois é este que recebe a verba para os atendimentos necessários à saúde da população. Se o paciente buscar atendimento fora da sua localidade, o município que o acolher sem que este tenha sido Regulado por sua Secretaria de Saúde, arcará com a despesa do atendimento, mas não receberá o repasse da verba, sobrecarregando financeiramente o município na gestão da saúde.