Batata doce – Carboidrato do atleta?

Sem dúvida, a batata doce é um das fontes predileta de carboidratos dos praticantes de atividade física, pois fornece carboidratos complexos de baixo índice glicêmico, que garantem energia por mais tempo, e fibras que geram uma boa resposta glicêmica, provocando saciedade mais rapidamente.

Há variedades com polpa branca, amarela, rosada, roxa e alaranjada que fornecem minerais, vitaminas do Complexo B, Vitamina C, Vitamina A (as alaranjadas), antocianinas (as arroxeadas), com propriedades antioxidantes. Embora seja menos consumida que a batata inglesa, é muito apreciada no Norte e Nordeste do Brasil.

Preparo:

Pode ser consumida assada, cozida ou frita.
A forma de preparo influenciará na resposta glicêmica. Cozida, tem um Índice Glicêmico (IG) baixo, enquanto que assada ou frita, possui IG elevado.
Portanto, prefira as cozidas!! Na hora de prepará-las, cozinhe em água fervente em panela tampada e com casca, o que reduz as perdas no cozimento.
As folhas da batata doce também possuem um alto valor nutritivo e podem ser preparadas como qualquer outra folha, o sabor lembra o do espinafre.

Armazenamento:

Dicas:

Conclusão:

Variedade alimentar é sempre o mais importante. |A batata doce pode fazer parte da sua alimentação mas precisa ser consumida de forma equilibrada. Nada de exageros, nem monotonia alimentar!! Nenhum resultado esperado no nosso corpo vem apenas de um alimento, e sim da variedade e do equilíbrio no consumo. Procure um Nutricionista, ele é o profissional qualificado para te orientar.

Luciane Pontes
CRN 1255
Nutricionista no Centro de Referência Estadual para Assistência. ao Diabetes e Endocrinologia – Cedeba
Graduada pela Uneb, Pós graduação em Nutricão Clínica Enteral e Parenteral pelo Ganep, Pós graduada em Administração dos Serviços Saúde.