Câncer de Mama

Quando o papo é câncer de mama, muitos evitam falar sobre o tema mas, para prevenir, é preciso tocar no assunto e desmistificar a doença.
O movimento Outubro Rosa surgiu na década de 1990 com o objetivo de alertar a sociedade quanto a importância da detecção precoce do câncer de mama, que é um dos tipos de câncer que mais acomete mulheres no Brasil e no mundo, correspondendo a 25% dos novos casos de câncer por ano, conforme o INCA.

A doença é mais comum a partir dos 35 anos e com o avançar da idade o risco cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Os homens também podem ser acometidos pelo câncer de mama, de forma mais rara, representando apenas 1% do total de casos da doença.

O aumento dos casos de câncer de mama fez o movimento ganhar força no decorrer dos anos e a cor rosa é utilizada durante todo o mês de outubro em várias cidades do mundo para chamar a atenção da sociedade para a causa.

O que é o câncer de mama?

É o tipo de câncer mais frequente nas mulheres. Ocorre um desenvolvimento anormal das células da mama, que multiplicam-se repetidamente até formarem um tumor maligno.

O câncer de mama tem cura?

Sim. Quanto mais cedo ele for diagnosticado, melhores serão os resultados e maiores são as chances de cura.

Fatores de risco para o câncer de mama

Sinais anormais que você deve ter atenção

Estratégias para detecção precoce do câncer de mama

Tratando o câncer de mama

O tratamento depende do tipo de tumor e também do estágio de cada doença. Para cada tipo de câncer de mama haverá um tratamento específico. Formas de tratamento: Cirurgia, Radioterapia, Quimioterapia e/ou Hormonioterapia.
A mamografia é o principal método diagnóstico para detectar precocemente o câncer de mama. Visite regularmente um médico especialista.