Microcefalia – Informações e Orientações

A microcefalia não é um agravo novo. Trata-se de uma malformação congênita, em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada. Essa malformação congênita pode ser efeito de uma série de fatores de diferentes origens, como substâncias químicas e agentes biológicos (infecciosos), como bactérias, vírus e radiação.

No dia 28 de novembro de 2015, o Ministério da Saúde confirmou a relação entre o vírus Zika e o surto de microcefalia na região Nordeste do Brasil. Essa é uma situação inédita na pesquisa científica mundial. A orientação às gestantes é que não usem medicamentos não prescritos pelos profissionais de saúde e que façam um pré-natal qualificado e todos os exames previstos nesta fase.