Sistema Estadual de Transplante

Coordenação do Sistema Estadual de Transplantes

A Coordenação do Sistema Estadual de Transplantes da Bahia possui uma estrutura organizacional complexa, a qual compreende a Coordenação do Sistema Estadual de Transplantes, reconhecida pela Lei Estadual nº 7643 /97, com base na Lei nº 9434 / 97, regulamentada pelo Decreto nº 2268 / 97, subordinadas à Superintendência de Atenção Integra à Saúde/ Diretoria de Atenção Especializada, tem como competência, coordenar a Política de Transplantes de Órgãos e Tecidos do Estado em articulação com o Sistema Nacional de Transplantes – SNT, supervisionando as atividades de transplante de órgãos no âmbito do Estado da Bahia; além de planejar, gerenciar, executar, acompanhar e fiscalizar todas as atividades relacionadas às condições para a retirada de órgãos, partes e tecidos do corpo humano para fins de transplantes ou enxertos, assim como, garantir a legalidade das ações, no âmbito Estadual. Pertence a estrutura da COSET a Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos e Tecidos – CET e as Organizações de Procura de Órgãos.

Coordenadora: Rita de Cássia Martins Pinto Pedrosa
Coordenação do Sistema Estadual de Transplantes – COSET
End: Av. Luiz Viana Filho, 400, Secretaria da Saúde, Centro Administrativo da Bahia – CAB, 2º andar sala 221 Cep.: 41.795-900, Salvador – Bahia
Tel: (71) 3115-8316

Segue abaixo impressos atuais de uso exclusivo das unidade de saúde para notificação/doação de potenciais doadores de órgãos

Relatório de Nefrectomia
Relatório de Captação de Órgãos
Formulário de Alerta Doador Para Acompanhamento Diário
Formulário de Alerta Doador Coração Parado
Termo de Declaração De Morte Encefálica
Termo de Autorização Para Remoção De Órgãos E Tecido
Termo De Autorização Para Remoção De Órgãos E Tecido (apenas córneas)
Check-List Centro Cirúrgico (CC)
Check-List Centro Cirúrgico Para Checagem De Sala
Declaração De União Estável

 

  • Central de Notificação Captação Distribuição de Órgãos e Tecidos (CET): constituída como instância técnico-científica, de natureza permanente, da Coordenação do Sistema Estadual de Transplante com base na Lei nº 9434 / 97, regulamentada pelo Decreto nº 2268 / 97 e reconhecida pela Lei Estadual nº 7643 de 26 de abril de 2000, tem como objetivo executar as atividades referentes à notificação, doação, captação, distribuição e transplantes de órgãos e tecidos, gerenciamento da lista única, cadastramento de equipes e instituições para realização de transplantes, estabelecimento de normas e rotinas que possibilitem o desenvolvimento das atividades com segurança e qualidade, bem como, organizar atividades de orientação e conscientização para busca ativa diária de possíveis doadores com morte encefálica e coração parado, com base nos princípios éticos e legais.

A CET da Bahia vem atuando desde 1997, exercendo suas atividades dentro dos padrões estabelecidos pela legislação vigente, estabelecendo estratégias que torne ágil, eficiente e transparente o processo de notificação, captação e distribuição de órgãos e tecidos.

Coordenação da Central de Transplantes da Bahia
América Carolina Brandão de Melo
End: Rua Direta do Saboeiro, s/n – Cabula, Salvador – BA, 41180-780
Cep.: 41.189-780
Salvador – Bahia
Tel: (71) 3356-6776/ 0800 284 0444 /

centraldetransplantes.ba@saude.ba.gov.br
  • OPO – Organização de Procura de Órgãos: as OPOs são comissões com papel de coordenação supra-hospitalar responsável por organizar e apoiar, no âmbito de sua atuação e em conformidade com o estabelecido no Regulamento Técnico do Sistema Nacional de Transplantes (Portaria 2600 de 21 de outubro de 2009 ), as atividades relacionadas ao processo de doação de órgãos e tecidos, a manutenção de possível doador, a identificação e a busca de soluções para as fragilidades do processo, a construção de parcerias, o desenvolvimento de atividades de trabalho e a capacitação para identificação e efetivação da doação de órgãos ou tecidos.

OPO – Hospital Geral do Estado – OPO – HGE
Enfa. Nair Lima das Neves
AV. Vasco da Gama – Rio Vermelho, Salvador – BA CEP 40286-901
Fone:(71)31175838 / (71)33564687(FAX)
E-Mail: OPOHGE@hotmail.com

Área de Abrangência da OPO HGE – Região Metropolitana I
Hospital Geral do Estado, Hospital Português, Hospital Teresa de Lisieux, Hospital Aliança, Hospital Jorge Valente, Hospital Salvador, Hospital Universitário Professor Edigard Santos, Hospital Evangélico da Bahia HEB, Hospital Martagão Gesteira, COT, Hospital Geral Menandro de Farias, Hospital Geral de Camaçari, Hospital da Bahia, Hospital PROHOPE, Hospital Aeroporto, Hospital Dois de Julho, Hospital Geral do Estado, Hospital Santa Helena.

OPO – Hospital Geral Ernesto Simões Filho
Rua Marques de Maracá s/nº – Complexo César de Araújo – Pau Miúdo – Salvador/BA – CEP: 41810-012
Fone: (71)31171730 / (71)31171785 (como fica?)
Área de Abrangência OPO HGESF – Área Metropolitana II
Hospital Santa Isabel, Hospital Santo Antônio, Hospital Ernesto Simões Filho, Hospital Ana Nery, Maternidade Professor José Maria de Magalhães Neto, Hospital da Cidade, Sagrada Família, SEMEC Centro Médico Hospitalar Agenor Paiva, Hospital Especializado Couto Maia, Hospital do Subúrbio.

OPO – Extremo Sul
Av. Pres. Getúlio Vargas, 4579, Pioneiro Hospital Municipal de Teixeira de Freitas – Teixeira de Freitas – BA, CEP:45986-330
Fone: (73)3011-0950 / 0955 Ramal 0978
E-Mail:: gadextremosul@gmail.com
Área de Abrangência OPO Extremo Sul – Teixeira de Freitas, Porto Seguro e Eunápolis
Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães; Hospital Sobrasa, Hospital Regional de Eunápolis

OPO – Feira de Santana
Av. Eduardo Fróes da Mota,s/n° 35DI – Hospital Geral Clériston Andrade – Feira de Santana – BA CEP:44094-000
Fone:(75)360-3313
E-Mail: hgca.opo@saude.ba.gov.br
Área de Abrangência OPO Feira de Santana – Feira de Santana, Alagoinhas e Santo Antônio de Jesus
Hospital São Matheus, Hospital Estadual da Criança, Hospital EMEC, Hospital Geral Clériston Andrade, Hospital Regional de Santo António de Jesus, Hospital Dom Pedro de Alcântara, Hospital Regional Dantas Bião.

OPO – Sul (Ilhéus/Itabuna)
Rua Fernando Gomes S/N – Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães – Nossa Senhora das Graças – Itabuna CEP: 45600- 200
Fone:(73)3214-1650
E-mail: opo@hblemitabuna.com.brÁrea de Abrangência OPO – Sul Ilhéus , Itabuna e Jequié
Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, Hospital Calixto Midlej Filho, Hospital Regional de Ilhéus, Hospital São José Maternidade Santa Helena, Hospital Geral Luiz Viana Filho, Hospital Manoel Novaes, Hospital Geral Prado Valadares
OPO – Vitória da Conquista
Av. Filipinas, s/n, – Hospital Geral de Vitória da Conquista , Jardim Alvorada – Vitória da Conquista- BA CEP:45030-160
Fone:(77)3427-4584
doarcihdotthgvc@gmail.com

Área de Abrangência OPO Vitória da Conquista – Vitória da Conquista, Itapetinga, Guanambi.
Hospital Geral de Vitória da Conquista, Hospital São Vicente de Paula, Hospital Regional de Guanambi, Hospital Cristo Redentor, SAMUR, IBR Hospital, Hospital Municipal Esaú Matos.

Documentos:

Termo de Autorização de Remoção de Órgãos e Tecidos (Globo ocular e córneas)
Relatório de Remoção de Globo Ocular

 

  • Banco de olhos da Bahia: é uma entidade pública, sem fins lucrativos, inaugurado em 05 de maio de 2006 com a finalidade de captar, receber, avaliar, preservar e liberar todas as córneas doadas para o Estado. O Banco ainda desenvolve atividades voltadas para o treinamento de profissionais na área de captação de córneas, e ações educativas para o incentivo à doação de córneas na Bahia.
    Para doar as córneas basta comunicar a sua família o seu desejo de ser doador. A doação só se concretiza após a família fazer a autorização por escrito. A retirada das córneas não causa nenhum efeito estético indesejável para o doador e pode ocorre até 6 horas depois do falecimento e quando o corpo for refrigerado até 12 horas após o óbito.

 

  • Câmaras Técnicas Estadual de Transplantes: são instâncias colegiadas, de natureza consultiva, vinculadas tecnicamente à Coordenação do Sistema Estadual de Transplantes COSET, as Câmaras Técnicas Estadual de Transplantes têm por finalidade assessorar a COSET nos procedimentos relativos à formulação, revisão, atualização e aperfeiçoamento das normas relativas aos critérios de inclusão de pacientes candidatos a transplantes nas listas de espera, aos critérios de distribuição de órgãos, tecidos e células captados para transplantes e aos critérios de autorização, renovação e exclusão de autorização de estabelecimentos e equipes.
    São competências das Câmaras Técnicas Estadual de Transplantes:

I – manifestar-se quanto à avaliação de procedimentos científicos e tecnológicos relativos ao processo doação/transplante, no âmbito de atuação de cada Câmara Técnica específica para cada modalidade de transplante;
II – sugerir à COSET a realização de estudos envolvendo a análise de eficácia, segurança e resultados dos transplantes;
III – emitir recomendações sobre aspectos envolvendo o processo doação/transplante;
IV – manifestar-se quanto ao desenvolvimento de pesquisas pré-clínicas ou clínicas que causem reflexos na avaliação, eficácia e segurança dos transplantes;
V – sugerir à COSET a convocação de consultores especialistas, bem como de técnicos do MS para participarem de reuniões;
VI – propor a realização de reuniões de trabalho e científicas, visando à divulgação de conhecimento das áreas de sua competência;