Notícias /

Campanha de Vacinação contra gripe começa hoje, 23, e prioriza idosos e profissionais de saúde

23/03/2020 14:00

Começou nesta segunda-feira, 23 de março, e vai até 22 de maio a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que é a gripe geralmente provocada por três cepas do vírus (H1N1, H3N2 e Influenza B).

A influenza também provoca febre e sintomas respiratórios muito parecidos com os da Covid-19. Justamente por isso a campanha, que normalmente ocorre em abril, foi antecipada: para não mascarar o quadro de pacientes com o novo coronavírus e evitar superlotação nos hospitais e unidades básicas de saúde.

Segundo o secretário da Saúde do Estado da Saúde, Fábio Vilas-Boas, diante do quadro atual de pandemia é ainda mais importante vacinar.”Isto vai ajudar a diminuir o acúmulo de pessoas nas emergências com problemas respiratórios e deixar mais espaço para tratar pessoas com coronavírus”, afirmou.

Só esse ano, já foram registrados 64 casos de Influenza, 48 casos confirmados de H1N1 com 3 óbitos.

Nesta 1ª fase, que vai até o dia 16 de abril, devem ser vacinados idosos com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde, povos indígenas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Pessoas deste grupo que estiverem gripadas, com febre ou sintomas respiratórios, devem adiar a vacinação.

Na Bahia, a meta é imunizar 90% do público alvo, formado por cerca de 4,6 milhões de pessoas. Para proteger ao máximo a população, a vacina está disponível em postos espalhados por todos os estados. Além disso, a Secretaria Estadual da Saúde orientou os municípios a ofertarem a vacina fora dos postos de saúde, em locais de convivência social como escolas, universidades, igrejas, em ambientes abertos e ventilados a fim de ampliar a oferta e evitar aglomerações.

As equipes de saúde e todos os profissionais envolvidos na vacinação deverão estar devidamente equipados com máscaras e luvas.

Outros Grupos

A partir do dia 16 de abril, professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos portadores de doenças crônicas e outras clínicas especiais, poderão se vacinar.

A partir de 9 de maio, serão as crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos,11 meses e 29 dias), mulheres grávidas, mães no pós-parto, jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa, pessoas com 55 anos ou mais e pessoas portadoras de deficiências.

Para a campanha será utilizada uma vacina segura, de vírus inativado, trivalente (proteção para três vírus: H1N1, H3N2 e Influenza B) e que não tem a capacidade de causar gripe.

“Todos devem procurar os postos de saúde para tomar a sua vacina que é gratuita e distribuída pelo SUS”, alertou o secretário Vilas-Boas.

Notícias relacionadas