Caderno de Avaliação e Monitoramento da Atenção Básica – CAMAB

O Caderno de Avaliação e Monitoramento da Atenção Básica (CAMAB) constitui-se em uma ferramenta elaborada pela Coordenação de Avaliação e Apoio Matricial (COAM) da Diretoria da Atenção Básica (DAB) para contribuir com a institucionalização dos processos de monitoramento e avaliação na Atenção Básica em saúde. O CAMAB tem como principais objetivos ofertar informações consolidadas sobre os indicadores de saúde que fazem interface com a Atenção Básica e propor estratégias estaduais para o fortalecimento do indicador e melhoria dos resultados alcançados.

As informações foram dispostas em abas que funcionam como páginas do caderno. Cada página oferece um título/conteúdo:

  • Apresentação, que traz o conteúdo geral do caderno;
  • Atributo/Ações, que estabelece o atributo do indicador e as principais ações estratégicas do estado para seu fortalecimento e melhoria dos resultados;
  • Indicador, que contém sua descrição detalhada com método de cálculo, tendência e parâmetro;
  • Limitações/Observações sobre o indicador;
  • Série histórica e análise do indicador segundo Bahia, Região Nordeste e Brasil, que situa o estado na sua região e no país;
  • Série histórica e análise do indicador segundo Regiões de Saúde;
  • Série histórica e análise do indicador segundo Microrregiões de Saúde e Série histórica e análise do indicador segundo Municípios.

Clique abaixo para visualizar os arquivos (ATUALIZADOS COM INFORMAÇÕES MENSAIS)
Cobertura Populacional Estimada das Equipes de Saúde Bucal da Estratégia Saúde da Família
Cobertura populacional Estimada das Equipes de Saúde da Família (DAB/MS)

Indicadores de Desempenho (ATUALIZADOS COM INFORMAÇÕES DO 2º Q DE 2021) 
Proporção de Cadastro Individual
Proporção de gestantes com atendimento odontológico realizado
Proporção de gestantes com realização de exames para sífilis e HIV
Percentual de diabéticos com solicitação de hemoglobina glicada
Percentual de pessoas hipertensas com Pressão Arterial aferida em cada semestre
Proporção de gestantes com pelo menos 6 (seis) consultas pré-natal realizadas, sendo a primeira até a 20ª semana de gestação
Cobertura vacinal
Cobertura de exame citopatológico

Clique abaixo para visualizar os arquivos (ATUALIZADOS COM INFORMAÇÕES DE DEZEMBRO 2020) 
Proporção de nascidos vivos de mães de 10 a 19 anos
Proporção de nascidos vivos de mães de 10 a 14 anos
Taxa de internação por AVC
Taxa de internação por diabetes
Proporção de internações por condições sensíveis à atenção primária à saúde (APS)
Proporção de nascidos vivos de mães com 7 ou mais consultas de pré-natal
Proporção de Partos Normais
Número de óbitos maternos
Número de casos novos de Sífilis Congênita (SC) em menores de 1 ano de idade
Proporção de óbitos maternos investigados
Proporção de óbitos de mulheres em idade fértil (MIF) investigado
Número de casos novos de AIDS em menores de 5 anos
Mortalidade Infantil
Coeficiente de casos novos de hanseníase
Proporção de cura dos casos novos de hanseníase
Proporção de cura de casos novos de tuberculose pulmonar bacilífera comprovados laboratorialmente
Proporção de vacinas selecionadas do Calendário Nacional de Vacinação para crianças menores de dois anos de idade com cobertura vacinal preconizada
Proporção de óbitos infantis e fetais investigados

Clique abaixo para visualizar os arquivos (ATUALIZADOS COM INFORMAÇÕES DE DEZEMBRO 2019) 
Mortalidade infantil neonatal
Proporção de registro de óbitos com causa básica definida
Número de Casos Notificados de Sífilis em Gestante

 

Política de Monitoramento e Avaliação da Atenção Básica

Regulamentada pela resolução CIB 91/08,  busca institucionalizar a A&M no âmbito local, qualificar a Atenção Básica e acompanhar os municípios a partir do Pacto pela Saúde e dos Planos de Ação firmados com os gestores municipais.

Boletim de Avaliação e Monitoramento da Atenção Básica

Algumas ferramentas vêm sendo utilizadas para o monitoramento e avaliação na Atenção Básica:

Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES

O Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES disponibiliza informações dos Estabelecimentos de Saúde em todas as esferas – Federal, Estadual e Municipal e, possibilita o conhecimento da realidade da rede assistencial existente, suas condições de infra-estrutura e suas potencialidades, visando auxiliar no planejamento em saúde, bem como fortalecer o controle social através da transparência das informações de saúde. Acesse o CNES através do site http://cnes.datasus.gov.br

GeoPortal de informações em Saúde – Bahia

O GeoPortal de Informações em Saúde é uma sala de situação virtual com base em software livre que possibilita à sociedade o acompanhamento de indicadores de saúde do estado e dos municípios. No Portal, através do servidor de mapas, os usuários poderão:

Acessar mapas temáticos
Localizar estabelecimentos e serviços de saúde (CNES)
Imprimir e exportar arquivos nos formatos PDF, GEOTIFF (mapas), XLS e CSV (tabelas).
Visite o site: http://geolivre.saude.ba.gov.br