Caderno de Avaliação e Monitoramento da Atenção Básica – CAMAB

O Caderno de Avaliação e Monitoramento da Atenção Básica (CAMAB) constitui-se em uma ferramenta elaborada pela Coordenação de Avaliação e Apoio Matricial (COAM) da Diretoria da Atenção Básica (DAB) para contribuir com a institucionalização dos processos de monitoramento e avaliação na Atenção Básica em saúde. O CAMAB tem como principais objetivos ofertar informações consolidadas sobre os indicadores de saúde que fazem interface com a Atenção Básica e propor estratégias estaduais para o fortalecimento do indicador e melhoria dos resultados alcançados.

As informações foram dispostas em abas que funcionam como páginas do caderno. Cada página oferece um título/conteúdo:

  • Apresentação, que traz o conteúdo geral do caderno;
  • Atributo/Ações, que estabelece o atributo do indicador e as principais ações estratégicas do estado para seu fortalecimento e melhoria dos resultados;
  • Indicador, que contém sua descrição detalhada com método de cálculo, tendência e parâmetro;
  • Limitações/Observações sobre o indicador;
  • Série histórica e análise do indicador segundo Bahia, Região Nordeste e Brasil, que situa o estado na sua região e no país;
  • Série histórica e análise do indicador segundo Regiões de Saúde;
  • Série histórica e análise do indicador segundo Microrregiões de Saúde e Série histórica e análise do indicador segundo Municípios.

Clique abaixo para visualizar os arquivos (ATUALIZADOS COM INFORMAÇÕES MENSAIS)

Cobertura Populacional Estimada das Equipes de Saúde Bucal da Estratégia Saúde da Família
Cobertura populacional Estimada das Equipes de Saúde da Família (DAB/MS)
Histórico de Implantação NASF no estado da Bahia

Clique abaixo para visualizar os arquivos (ATUALIZADOS COM INFORMAÇÕES DE DEZEMBRO 2018) 

Proporção de registro de óbitos com causa básica definida
Proporção de nascidos vivos de mães com 7 ou mais consultas de pré-natal
Proporção de Nascidos vivos de mães de 10 a 19 anos
Proporção de Nascidos Vivos de mães com 10 a 14 anos
Proporção de vacinas selecionadas do Calendário Nacional de Vacinação para crianças menores de dois anos de idade com cobertura vacinal preconizada
Proporção de internações por condições sensíveis à atenção primária à saúde (APS)
Proporção de Partos Normais
Proporção de óbitos infantis e fetais investigados
Proporção de cura dos casos novos de Hanseníase
Proporção de óbitos de mulheres em idade fértil (MIF) investigados
Proporção de óbitos maternos investigados
Proporção de cura de casos novos de tuberculose pulmonar com confirmação laboratorial
Número de casos notificados de Sífilis em Gestante
Número de casos novos de Sífilis Congênita (SC) em menores de 1 ano de idade
Número de casos novos de aids em menores de 5 anos
Número de óbitos maternos
Cobertura Estimada de Teste Rápido para Sífilis em Gestantes
Cobertura populacional estimada pelas Equipes de Atenção Básica
Cobertura populacional estimada de saúde bucal na Atenção Básica
Taxa de internação por AVC
Taxa de Internações por Diabetes Mellitus (DM) e suas Complicações
Mortalidade infantil neonatal
Mortalidade Infantil
Coeficiente de casos novos de hanseníase

 

Política de Monitoramento e Avaliação da Atenção Básica

Regulamentada pela resolução CIB 91/08,  busca institucionalizar a A&M no âmbito local, qualificar a Atenção Básica e acompanhar os municípios a partir do Pacto pela Saúde e dos Planos de Ação firmados com os gestores municipais.

Boletim de Avaliação e Monitoramento da Atenção Básica

Algumas ferramentas vêm sendo utilizadas para o monitoramento e avaliação na Atenção Básica:

Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES

O Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES disponibiliza informações dos Estabelecimentos de Saúde em todas as esferas – Federal, Estadual e Municipal e, possibilita o conhecimento da realidade da rede assistencial existente, suas condições de infra-estrutura e suas potencialidades, visando auxiliar no planejamento em saúde, bem como fortalecer o controle social através da transparência das informações de saúde. Acesse o CNES através do site http://cnes.datasus.gov.br

GeoPortal de informações em Saúde – Bahia

O GeoPortal de Informações em Saúde é uma sala de situação virtual com base em software livre que possibilita à sociedade o acompanhamento de indicadores de saúde do estado e dos municípios. No Portal, através do servidor de mapas, os usuários poderão:

Acessar mapas temáticos
Localizar estabelecimentos e serviços de saúde (CNES)
Imprimir e exportar arquivos nos formatos PDF, GEOTIFF (mapas), XLS e CSV (tabelas).
Visite o site: http://geolivre.saude.ba.gov.br

Sistema de Informação da Atenção Básica – SIAB

O SIAB foi desenvolvido como instrumento gerencial dos Sistemas Locais de Saúde e incorporou em sua formulação conceitos como território, problema e responsabilidade sanitária. Por meio do SIAB obtêm-se informações sobre cadastros de famílias, condições de moradia e saneamento, situação de saúde, produção e composição das equipes de saúde. O SIAB está inserido no contexto de reorganização do SUS no país, o que fez com que assumisse características distintas dos demais sistemas existentes. Tais características significaram avanços concretos no campo da informação em saúde. Dentre elas destacamos:

Micro-espacialização de problemas de saúde e de avaliação de intervenções
Utilização mais ágil e oportuna da informação
Produção de indicadores capazes de cobrir todo o ciclo de organização das ações de saúde a partir da identificação de problemas
consolidação progressiva da informação, partindo de níveis menos agregados para mais agregados.
Acesse o SIAB através do site http://siab.datasus.gov.br

Guia Prático SIAB: instrumento de planejamento e gestão da Atenção Básica (versão preliminar)